“Casei com um consultor imobiliário”

Há algum tempo falei-vos sobre a “Vida Secreta de um consultor imobiliário”. Resultado? Dezenas de reações e várias pessoas a quererem conhecer o outro lado da moeda: “giro era ver isto da perspetiva de outra pessoa”.

Com isto, pedi à Clara – a minha mulher – para escrever este artigo, de forma a conseguir mostrar-vos em primeira mão as vicissitudes da vida de consultoria imobiliária pelos olhos da cara-metade. Não me responsabilizo pelas próximas linhas… Mas, espero que gostem!


CASEI COM UM CONSULTOR IMOBILIÁRIO

por Clara Moura

Não é pera doce ser casada com um consultor imobiliário, mais ainda com o André! O trabalho nunca acaba, está sempre em modo “game on”, seja à semana, ao fim de semana ou até nas férias. Mas, ao mesmo tempo, permite-nos ter uma grande flexibilidade a nível de horários e escolha do nosso tempo (às vezes…).

 

1. VIDA EM FAMÍLIA 

Temos (como grande parte das famílias) uma rotina diária em família, pensada de acordo com o nosso horário e a possibilidade de estarmos disponíveis para as atividades necessárias. No entanto, nem sempre tudo acontece como planeado e sim, há um responsável por furar os planos em 95% dos casos: o André. Ou porque chega atrasado devido a algo que não conseguiu antecipar e “era importantíssimo resolver”, ou porque chega a horas, mas não está disponível porque “tenho este negócio a arder”. Às vezes até tenta fazer as duas coisas ao mesmo tempo. Já o apanhei a mudar uma fralda ao telefone com um cliente (eu sabia que tinha casado com um super-herói).

Nem tudo é rosas, mas há coisas boas também, admito! A flexibilidade do trabalho faz com que, por exemplo, seja ele a ficar em casa quando o nosso filho está doente.

 

2. OS CLIENTES NUNCA ESTÃO EM PRIMEIRO LUGAR

O André às vezes desaparece. Muitas vezes, vá. “Vou só fazer esta chamada”, “tenho mesmo de atender” ou “é desta que fecho o negócio” são algumas das frases que antecedem o seu desaparecimento momentâneo.

Sempre com o objetivo de agradar e de corresponder às expetativas dos clientes. E eu lá me vou habituando (até com orgulho, admito), porque se fosse cliente queria um consultor assim, sem tirar nem pôr.

 

3. A NOVA LEI DO IMOBILIÁRIO

Já ambos sabemos que o período em que ele mais vende é nas férias. Até fazemos apostas dos imóveis que vai vender antes de rumarmos ao paraíso.

É verdade, é mesmo uma lei do imobiliário ↦ quanto mais longe o André estiver de Lisboa, maior a propensão para a venda. Até o imóvel mais difícil de vender em carteira recebe uma proposta ótima para fechar! Já para não falar de todos os proprietários que decidem que o André é o consultor ideal para lhes vender a casa…durante as 2 semanas em que estamos “supostamente” off.

Dito isto, não me chateio como antes. Como é impossível ignorar, optámos por gerir horários: 30 minutos de computador e 1 hora de telefone por dia, em períodos que não influenciem os nossos programas em família. E sim, tem funcionado bem!

 

4. O TRIÂNGULO DA AMIZADE: COPOS, AMIGOS E… IMÓVEIS

Adoramos ir jantar fora e fazer programas com amigos. Depois de um dia de trabalho nada como descontrair à mesa, a beber um copo e a pôr as novidades em dia. Mas, se eu antes achava que só os médicos se tornavam protagonistas nos núcleos de amigos (há sempre aquele amigo hipocondríaco), estava redondamente enganada.

Aprendi desde cedo que não consigo fazer nada “social” sem falarmos do mercado imobiliário durante uma longa parte do tempo. Ou porque alguém quer comprar, vender, arrendar, investir, etc., ou porque viu uma notícia na televisão. Há até quem leia a newsletter mensal do André e não descanse até esclarecer todas as dúvidas. A vantagem? Involuntariamente tornei-me uma expert em imobiliário. A desvantagem é que o tema nos acompanha para todo o lado.

Mas há melhor. Às vezes vejo-o a discutir, na brincadeira, quanto valeria a casa de alguém, e se o valor fosse bom então pensaria em vender. Escusado será dizer que, no dia seguinte, percebo sempre que esteve já a fazer um estudo elaborado para perceber se a ideia tem ou não pernas para andar.

AS 5 DESCULPAS MAIS COMUNS

1. A visita/reunião prolongou-se e não consegui acabar mais cedo;
2. Tinha mesmo de atender esta chamada;
3. Consegui fechar o negócio!;
4. Entretanto tive uma lead para vender a casa, aproveitei e fui logo lá;
5. Atrasei-me a preparar o estudo de mercado para a reunião de amanhã.

5 CURIOSIDADES 

1. Raramente chega a horas;
2. Obrigatório atender telefones à noite em casa;
3. Tanto está no modo “Sou o maior da aldeia” como “Nada me corre bem”;
4. Enquanto está a ler, investigar, ver preços, etc. não me ouve;
5. Fechar um negócio significa casa em festa e direito a jantar fora!

OS BENEFÍCIOS

É meu dever dizer que é possível ter uma vida equilibrada com esta profissão, e que a mesma traz bastantes regalias que dificilmente seriam possíveis num trabalho mais “normal”, nomeadamente:
1. Trabalha o que quer, seja muito ou pouco. Eu é que tenho o azar de ter um marido ambicioso;
2. Flexibilidade total de horário, pode mudar o dia todo dele sem se preocupar;
3. Remuneração em linha com a produtividade ????
4. Vamos de férias quando queremos, para onde queremos (só falta irmos mais!);
5. Tira um dia de folga quando quer (só falta “tirar”);
6. Surpreende a família com viagens não planeadas (este foi sugestão dele, vou fazer de conta que é verdade);
7. Vários jantares fora para celebrar (esta é mesmo verídica!).


Espero que tenham gostado do testemunho de uma “vítima” do imobiliário. Tenho imensa curiosidade em saber o que é que as vossas caras-metades pensam de vossas profissões. Partilhem comigo!

7+

André Maia

Consultor Imobiliário da Home Hunting, especialista no concelho de Lisboa. Apaixonado por números e conhecimento, tem mais 8 anos de experiência como consultor no setor da Banca, ligado a projetos de tecnologia e risco. Adora poder dar o seu contributo e está sempre pronto a ajudar, estando habituado a que o seu trabalho tenha um impacto grande na vida das organizações e das pessoas.

7 Responses

  1. Quem é Consultora Imobiliária é a minha mulher, Top Producer da REMAX EXPO.
    Eu sou Advogado, meio reformado e dou apoio porque sei de imobiliário, desde contrstos a registos e finanças.
    Sou um apoio e a minha mulher é uma excelente aluna, tinha tudo para ser uma fantástica advogada.
    O imobiliário começou pouco depois de termos junto os trapinhos. Cada um com seu miúdo, ela um rapaz eu uma menina de tempos a tempos, pois vive nos Açores com a Mãe. Sempre foram bastantes independentes, a minha vida permitiu-me assegurar substituir a Paula nas idas e vindas para e da escola e actividades, quando necessário
    Temos um apoio para limpezas, a roupa é passada na lavandaria, vou às compras e cozinho.
    Por isso, é possível a Paula ter muita disponibilidsde para o trabalho, com todo o apio do marido que sabe ser essencial a sua mulher estar realizada e feliz.
    Procuro que tenhamos pausas de 4 ou 5 dias, longe, com contacto diário organizado com Lisboa, pois se estamos de férias na Ericeira – a Paula não gosta de calor nem de mar – três quartos dos dias vimos a Lisboa.
    Também ganhamos o apoio do filho mais velho da Paula, que é tão ou mais top que a Mãe.
    Falam, falam, falam, apoiam-se com confiança ilimitada, e cabe-me estar disponível para ambos.
    Sinto-me feliz, porque gosto de apoiar, sou um dois no heneagrama!.

    1+
  2. Parabéns André e Clara. Sou director comercial da imobiliária Parcial Finance, mas consultor imobiliário à 10 anos e hoje a minha mulher identificou-se com a Clara… ufff até que enfim viu que existe outras pessoas com a mesma situação de vida que nós.
    Muitoo obrigado pelo vosso artigo. Parabéns, continuem e muito sucesso.
    abraço

    0
  3. Boa noite. Parabéns pelo excelente artigo.
    Reconhecemos totalmente este dia a dia.
    Somos ambos Gerentes da ImoAugusto Imobiliária da Guarda.
    Vitimas dessa ambição e dos bons resultados.
    E fazemos uma vida parecida a vossa.
    Saudações, felicidades e bons negócios.

    0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Post comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Está a um passo de receber todas as
novidades da Home Hunting!