Smart Home? Saiba 5 partes da sua casa que já pode tornar mais “inteligentes”!

O conceito de Smart Home pode parecer algo tão deslumbrante como assustador. Quando pensa em Smart Home pensa numa casa futurista retirada de um filme de ficção científica, não é verdade? Na realidade, já estivemos mais longe disso!

 

O conceito smart home surge em referência à existência de mais e melhores produtos que são um ‘upgrade’ de objetos comuns que há muito tempo não tinham nenhuma evolução relevante. Objectos como lâmpadas, termostatos e tomadas tornaram-se mais inteligentes e começam agora a “falar” entre eles e connosco. Estão ligados àquilo que foi determinado como internet of things (internet das coisas).

Imagine o seguinte cenário: são 8h00 da manhã e o alarme toca. Uma sinfonia de aparelhos dão-lhe os bons-dias, prontos para fazer da sua manhã o mais agradável possível. Enquanto a máquina de café deita as últimas gotas assim que entra na cozinha, o chuveiro toca as suas músicas preferidas para começar o dia. Quando estiver a sair de casa a sua fechadura August diz adeus e prepara-se para guardar a sua casa durante todo o dia. No meio de tudo a Alexa, da Amazon, coordena todas as operações.

Para além destes, existem atualmente muitos outros produtos que podem melhorar significativamente partes da sua casa e rotina diária. Estes são alguns dos principais upgrades que já pode começar a fazer.

 

1. AR CONDICIONADO

O termóstato da Nest é um dos produto mais populares dentro da categoria de home tech. É também um bom exemplo daquilo que é a internet of things. A Nest transformou um objecto comum e desinteressante, o termóstato, em algo impressionante. A empresa começou por lançar o Nest Learning Thermostat em 2011, seguido de um detector de fumos e, mais recentemente, uma câmara de segurança que detecta movimentos e sons e envia notificações quando alguma coisa acontece (permite até repreender o cão à distância, através da aplicação de smartphone, quando este trouxer mais um par de sapatos para roer na sala). A Nest está na vanguarda da inovação — mais do que desenvolver uma linha de objectos inteligentes, pensa sobre como este e outros tipos de gadgets podem falar entre si para criar mais-valias para o consumidor.

 

2. LÂMPADAS

Com os vários tipos de lâmpadas inteligentes que existem no mercado é possível fazer desde algo tão simples como ligar e desligar a luz através do smartphone, a ter controlo da intensidade e cor da luz. Dependendo do software de cada uma pode ainda fazer coisas como programar a luz para o acordar progressivamente de manhã ou receber notificações em forma de luz. Apesar de serem mais caras do que as lâmpadas normais, são, no longo prazo, um bom investimento, sendo que têm uma maior duração e permitem um controlo mais eficiente da electricidade. Algumas das mais procuradas são a Philips HueLIFX e Nanoleaf.

 

3. TOMADAS

Segue o mesmo modelo de muitos outros objectos nesta lista. Em vez de ser uma simples tomada, com um novo software e hardware passa a ser possível controlar à distância, programar vários tipos de aparelhos, como por exemplo aquecedores, receber notificações e ver resultados através da aplicação. O WeMo Insight Switch da Belkin é uma excelente opção.

 

4. ELECTRODOMÉSTICOS DE COZINHA

A Samsung é mais uma das marcas que mais tem evoluído no que diz respeito a tornar a sua casa e cozinha mais inteligentes. A tarefa de fazer uma lista de compras, ir ao supermercado e no fim de tudo perceber que se esqueceu de comprar metade dos ingredientes pode tornar-se menos dolorosa. Com o Family Hub, toda a família pode acrescentar facilmente à lista de compras os produtos em falta e, com um simples clique, fazer a compra online em poucos minutos. Para além disso, este novo electrodoméstico ajuda a planear refeições, dita-lhe as suas receitas, reconhece e reproduz a sua música favorita e apresenta, de uma forma divertida, o recado “não te esqueças do almoço” que tem de deixar ao seu filho mais distraído.

 

5. PEQUENOS ELECTRODOMÉSTICOS

O Roomba 980 ajuda na limpeza da sua casa. Pode deixá-lo sozinho e controlá-lo através do seu smartphone, saber onde ele está e quais as zonas que ainda faltam ser limpas. Se o pequeno Roomba estiver a ficar sem bateria, não se preocupe, ele carrega sozinho e volta ao trabalho o quanto antes.

 

É verdade que, fazendo as contas, ainda não é fácil ter a nossa casa totalmente inteligente mas podemos começar a preparar-nos para o futuro e a eleger os nossos objectos favoritos. Qual é o seu?

 

0
Home Hunting

Home Hunting

Somos a sua agência imobiliária de Lisboa. Somos o seu parceiro imobiliário de confiança e fazemos pelo seu imóvel, um serviço de excelência. www.homehunting.pt/pt/agencia-imobiliaria-online

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Está a um passo de receber todas as
novidades da Home Hunting!