Nunca pensou viver em Alcochete?

A 20 minutos de Lisboa, esta vila mantém viva a tradição ao mesmo tempo que se abre à modernidade. Estas são apenas algumas das razões mais óbvias para escolher, com o coração e com a razão, Alcochete para morar. Nas próximas linhas conheça mais.

No início deste ano, a promessa do novo aeroporto do Montijo despertou o interesse de investidores de imobiliário na zona. O preço das casas em Alcochete subiu mais de 30% nos últimos dois anos, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), mas ainda assim fica muito aquém daqueles praticados na capital, pelo que aqui reside o primeiro dos inúmeros motivos para escolher esta vila pitoresca para morar. Aqui o m2 custa entre 1500/2000 euros, 3000 euros em caso de nova construção de alta qualidade.

Alcochete é já considerada uma espécie de “Cascais da Margem Sul” e não é só pelo facto de diversas figuras públicas por lá habitarem. Por exemplo, ali podemos assistir a um pôr do sol de cortar a respiração, um dos mais belos com vista para o Tejo. Vai ver como os seus posts vão fazer um sucesso no Instagram.

Da margem esquerda da vida

Este município do distrito de Setúbal de aproximadamente 128,5 km2, é composto por três freguesias – Alcochete, Samouco e São Francisco -, registando, de acordo com os Censos de 2011, 17.565 habitantes. Muitos, diríamos mesmo já a grande maioria, atravessam diariamente os 17 kms da Ponte Vasco de Gama para trabalharem em Lisboa. Sim, porque serviços e cultura são coisas que não faltam nesta margem do Tejo. Com esta que é a mais comprida ponte da Europa, um dos marcos das empreitadas da Expo 98, vieram os blocos de apartamentos, o comércio (não há como não reparar no Freeport) e as pessoas, sobretudo os mais jovens e com transporte próprio.

Segundo Fernando Pinto, presidente da Câmara Municipal, em declarações ao idealista/news, “Alcochete é um lugar aprazível, seguro, tranquilo, com excelentes condições para quem queira cá viver”. Há por ali bastante procura de investimentos em armazéns, logística e terrenos para urbanizar, ainda que os mais recentes empreendimentos privados correspondam a habitação de alta qualidade. Tem lógica, afinal este é um dos municípios mais ricos da Área Metropolitana de Lisboa.

“É uma vila com uma qualidade de vida incrível, onde as pessoas são sempre bem acolhidas. É uma vila com amplitude, desafogada, tranquila, onde se está em paz. Está em constante atualização, não está parada no tempo. Mantém a sua traça tradicional aliada ao futuro”, elogia Luís T., por lá nascido há meio século e que dali não arreda pé, não obstante toda a sua vida profissional ter Lisboa por cenário e de ter de picar o ponto às 7h da manhã.

Sunset em Alcochete | Fotografia @pineapplesunsetphotography

Uma terra com “carisma”

Em 2014 ficou concluída a intervenção no espaço público junto ao rio Tejo, que alterou definitivamente a silhueta da margem da Vila de Alcochete. Arranjo dos espaços exteriores de elevada qualidade arquitetónica e paisagística, alterações no sistema viário, nomeadamente em termos de ordenamento do estacionamento e da circulação pedonal, ciclável e viária, foram algumas das medidas implementadas. Deste modo, as gentes locais têm melhores condições para se deliciariam com a avifauna da Reserva Natural do Estuário do Tejo. Soletre connosco: fla-min-gos!

Fotografia: www.icnf.pt

A reabilitação urbana é uma das grandes bandeiras deste município que decidiu implementar uma série de medidas de modo a tornar as Áreas Urbanas do Concelho “mais atrativas, dinâmicas, competitivas e inclusivas”. Ali há a consciência da “necessidade urgente de criar estímulos à reabilitação urbana por parte dos proprietários privados na área central e mais antiga da Vila de Alcochete”. Por isso, foram instituídos vários benefícios fiscais e incentivos financeiros, em caso de obras de conservação, alteração, reconstrução, ampliação e construção. Os que eles não querem é edifícios vazios ou devolutos.

O Programa Reabilitar para Arrendar, lançado pelo Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU), também pode ser aqui uma solução, sempre tendo em atenção a eficiência energética dos edifícios, outra preocupação camarária. Isso e a preservação da traça original da vila, pelo que deve ter isso conta se pensar em aqui reconstruir algum edifício. Tudo para manter o tal “carisma” de que nos fala Luís T. “Alcochete tem uma restauração incrível. Há uma grande proximidade entre a comunidade. É uma vila que mantém viva a tradição com múltiplas iniciativas culturais: as festas vão muito para além do Barrete Verde, pois na Páscoa há o Círio dos Marítimos, uma tradição muito antiga”, acrescenta à sua lista de mais-valias.

Porta de entrada para a mais importante zona húmida da Europa, Alcochete proporciona igualmente fáceis acessos à autoestrada do Norte, ao IC32 e à A2. Não que acreditemos que, uma vez por lá instalado, pense em sair de lá…

10+

Home Hunting

Somos a sua agência imobiliária de Lisboa. Somos o seu parceiro imobiliário de confiança e fazemos pelo seu imóvel, um serviço de excelência. www.homehunting.pt/pt/agencia-imobiliaria-online

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Está a um passo de receber todas as
novidades da Home Hunting!