Como fazer uma Proposta de Compra de um Imóvel

Está interessado num imóvel e gostava de apresentar uma proposta de compra vencedora? Uma proposta bem elaborada aumenta a probabilidade de sucesso e existem vários aspetos a ter em consideração para que seja bem-sucedido nesta missão. Descubra o que deve fazer, passo a passo.

O que é uma proposta de compra?

Uma proposta de compra é uma formalização de uma intenção de compra de determinado imóvel. Assim, sem uma proposta de compra muito dificilmente haverá uma aceitação da venda de um imóvel. É, por isso, um passo absolutamente essencial em qualquer transação Imobiliária.

Quais os passos para elaborar uma proposta de compra?

Uma proposta de compra deve ser endereçada por escrito, formalizando a intenção de compra e fazendo-a chegar ao vendedor do imóvel.

Uma proposta de compra deve ser composta por vários elementos, como o valor de aquisição, as condições de financiamento, a reserva, o sinal a pagar na assinatura do Contrato de Promessa de Compra e Venda, o prazo máximo para a assinatura do Contrato de Promessa de Compra e Venda e outras contingências.

 

Valor de Aquisição

O valor de aquisição pelo qual se pretende adquirir um imóvel deve ser devidamente justificado na proposta de compra.

O comprador deverá indicar o montante que propõe para a compra do imóvel e justificá-lo através de argumentos que corroboram o valor apresentado. Como possíveis justificações, poderá identificar vários factos como a necessidade de reparações; ser um prédio sem elevador e com obras planeadas pelo condomínio que irão constituir quotas extraordinárias.

Ao justificar a proposta de valor que é entregue à contraparte, o comprador apresenta um valor de aquisição credível, sendo por isso possivelmente melhor compreendido pela contraparte neste negócio.

 

Financiamento

Além do valor de aquisição, é também importante identificar se será necessário recorrer a financiamento bancário ou não.

Isto porque caso o comprador recorra exclusivamente a capitais próprios trata-se de uma proposta de compra sem risco ou quase sem risco. Portanto, esta proposta é considerada bastante mais sólida do que uma proposta que recorra a financiamento bancário.

Quanto maior for a percentagem de financiamento bancário que o comprador necessita, haverá um maior risco percecionado pela parte vendedora numa transação Imobiliária.

 

Reserva

Outro elemento que deve constituir uma proposta de compra e muitas vezes relacionado com a existência de um financiamento bancário é a reserva de um imóvel.

A reserva permite conservar o imóvel para o comprador, retirando-o temporariamente do mercado mediante o pagamento de um valor simbólico muito inferior ao sinal do Contrato de Promessa de Compra e Venda (CPCV). Desta forma, o comprador consegue manter a reserva durante o período em que o banco está a terminar o processo de aprovação do financiamento, impossibilitando que o imóvel esteja adquirido por outros possíveis compradores.

(Caso queira saber mais acerca deste conceito e os procedimentos aconselhamos a leitura do artigo: Passo-a-passo: Como Funciona a Reserva de um Imóvel?)

 

Sinal a pagar na assinatura do CPCV

Outro ponto que deve ser mencionado na proposta de compra é o sinal que irá ser pago no momento da assinatura do Contrato de Promessa de Compra e Venda.

Quanto maior for o sinal, mais atrativa a proposta se torna. Por sua vez, quanto menor for o sinal, menos sólida é a proposta, uma vez que o não cumprimento do contrato terá uma relevância menor ou uma consequência menor em qualquer uma das partes no caso precisamente de o negócio não avançar.

 

Prazo Máximo para a assinatura do CPCV

Na proposta de compra deverá ser referido qual o prazo máximo em que deve decorrer a assinatura do Contrato de Promessa de Compra e Venda. O interesse do vendedor é vender o mais rápido possível, pelo que um prazo mais alargado acaba por não ser tão interessante para a contraparte vendedora.

De modo geral, quando a contraparte vendedora estabelece um prazo máximo mais alargado para a assinatura do CPCV, este pedido está relacionado com uma necessidade específica do vendedor que, entre outras razões, poderá não conseguir deixar o imóvel num prazo inferior ao definido.

 

Outras contingências

Além dos elementos destacados, no momento da elaboração de uma proposta de compra devem ser identificados outros tipos de contingências que sejam importantes para a efetivação ou conclusão da compra e que deverão estar identificadas ou mencionadas no Contrato de Promessa de Compra e Venda.

Alguns exemplos de contingências podem incluir: obras que sejam necessárias e que ficarão a cargo do vendedor, pelo que é importante que este pressuposto seja mencionado no Contrato de Promessa de Compra e Venda, ou alguma dívida ou pagamento em atraso que exista ao condomínio e que o comprador exija que fique saldada antes do imóvel ser transacionado ou no dia da escritura.

Como é que o Consultor Imobiliário me pode ajudar?

A ajuda de um consultor imobiliário potencializa o melhor resultado possível no desfecho de uma proposta de compra.

Primeiramente, porque o consultor apoia o comprador na justificação do valor do imóvel, uma vez que tem ao seu dispor ferramentas que lhe possibilitam uma maior perceção do mercado com a elaboração de um estudo de preço detalhado. Após esta análise, o valor proposto apresenta-se quase irrefutável, uma vez que são apresentados argumentos que suportam a proposta de compra.

Em segundo, o consultor imobiliário tem em atenção os elementos que devem constituir uma proposta de compra e, portanto, irá assegura que a proposta que está a ser entregue ao vendedor é clara, de forma que o processo ocorra da forma mais célere possível.

Adicionalmente, o consultor dispõe de recursos jurídicos que garantem que todos os passos ao longo do processo decorrem de acordo com o que está previsto na lei e de acordo com o que foi proposto e acordado entre ambas as partes. Assim, existe um trabalho de redação de todos os documentos que são necessários no processo de compra e também um trabalho de validação da documentação do imóvel e de verificação de que todas as condições que foram inicialmente propostas por escrito e entregues à contraparte vendedora são cumpridas e são respeitadas ou longo de todo o processo.

Hora H: Proposta de Compra com João Simões Dias

Conhecedor nato de todos os elementos a ter em conta na elaboração de uma proposta de valor, o consultor imobiliário João Simões Dias explica-lhe tudo acerca do tema no episódio 9 do Hora H, o segmento da Home Hunting que responde a todas as dúvidas sobre o mercado imobiliário.

Veja o episódio da Hora H sobre a elaboração de uma Proposta de Compra: AQUI.

Está a pensar comprar uma casa e precisa de falar com um especialista, o consultor imobiliário João Simões Dias está ao seu dispor.

 

0

Home Hunting

Somos a sua agência imobiliária de Lisboa. Somos o seu parceiro imobiliário de confiança e fazemos pelo seu imóvel, um serviço de excelência. www.homehunting.pt/pt/agencia-imobiliaria-online

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Está a um passo de receber todas as
novidades da Home Hunting!